Onde se Hospedar na Cidade do Cabo – Dica de Hostel

91 Loop Hostel em Cape Town

Como já comentei anteriormente aqui no site, há um tempo atrás eu fiz uma viagem para a África do Sul para fazer um intercâmbio e estudar inglês na Cidade do Cabo.

CapeTown Waterfront

Durante o processo de planejamento dessa viagem uma das minhas maiores dificuldades era sobre onde me hospedar. Descartei a opção de casa de família, pois não queria ter que me deslocar muito até a escola (geralmente as escolas ficam nos centros das cidades enquanto as homestay ficam em áreas residenciais e consequentemente mais afastadas do centro). Pensei em alugar um airbnb, mas acabei achando um pouco salgado pro meu orçamento. Um hotel seria caro demais. O alojamento estudantil da escola além de longe, não tinha boas avaliações. Foi então que comecei a procurar hostel, a final, seria bem mais econômico e ao mesmo tempo teria a possibilidade de ir andando pra escola.

Depois de muita pesquisa,  encontrei o 91 Loop, que tinha pouco tempo de aberto, não muitas avaliações no Booking porém levaria cerca de 10 minutos de caminhada até a escola.

Recepção

O 91 Loop é um hostel Boutique, ele fica localizado entre duas principais ruas de entretenimento da Cidade do Cabo, a Long St e a Bree St. A região tem diversos bares e cafés super charmosos.

O hostel além de ser super bem localizado também é muito bem conservado, os quartos compartilhados contam todos com tomadas e luz individuais,  um colchão que te abraça enquanto você dorme, um lokers super espaçoso (embaixo da cama, que cabe até mesmo uma mala grande) e todos os quartos possuem banheiro dentro.

Outro ponto bacana é que mesmo as áreas do hostel sendo acessadas por cartão de acesso, eles contam com um segurança a noite inteira na porta principal.

Falando das áreas do hostel, no térreo fica localizado um bar/restaurante onde é servido o café da manhã, já incluso na tarifa, diariamente. Além de contar com uma área comum pra interação entre os hospedes.

Mesa do café da manhã

Durante o tempo que fiquei hospedada só tenho elogios ao local, a equipe é super atenciosa. Cheguei a ter um problema no primeiro quarto que fiquei porém conversei com eles e logo me transferiram pra outro quarto sem ter que pagar adicional por isso. O hostel conta também com quartos privativos além dos compartilhados e dos famosos quarto capsulas.

Vale lembrar que agora em 2018 ele foi eleito como o segundo melhor hostel do continente africano, então fica a dica pra quem estiver planejando ir a Cidade do Cabo.

91 Loop Hostel

Endereço: 91 Loop Street , 8001 Cidade do Cabo, África do Sul

Anúncios

Como sair do aeroporto de Toronto?

UP Express – A forma mais rápida de sair do aeroporto de Toronto

Uma dica rápida pra quem está com viagem marcada para Toronto é a de como sair do aeroporto de forma mais rápida através do trenzinho UP Express.

O UP Express é um trem que liga o terminal 1 do aeroporto Internacional Pearson a Union Station no centro da cidade em apenas 25 minutos.

O trem foi inaugurado em meados de 2015 e desde então vem sendo a forma mais prática de chegar ou sair do aeroporto. Se você chegar a Toronto por algum voo internacional provavelmente irá desembarcar no terminal 1, onde deverá seguir as placas que mostram onde pegar o trem, dentro do próprio terminal.

Ao chegar na plataforma de embarque você encontrará as máquinas para compra do ticket, que aceitam além de dólares canadenses e cartões, dólares americanos.

O valor da sua passagem se dá de acordo com o sua estação de destino, ou seja, se você ficar na primeira estação pagará menos do que alguém que ficará na última.

UPMap-2017
Mapa das estações do UP Express

No meu caso paguei 12,35 CAD pois fiquei na última estação, Union Station, e de lá paguei mais uns 8,00 CAD de uber até o meu hostel que ficava na Church Street. Ou seja, paguei apenas 20,35 CAD de transporte até o hostel além de não ter perdido tempo presa no transito.

IMG_9472

Simulei o valor de um uber direto do aeroporto até o hostel e daria cerca de 44,00 CAD então se você não pretende fazer uma viagem cara, vale a pena usar o UP Express para sair ou chegar no aeroporto.

Não esqueça de guardar o ticket em um lugar de fácil acesso pois durante o trajeto entre o aeroporto e a cidade é normal aparecer um fiscal solicitando o ticket para validação.

UP Express

 

 

O QUE FAZER NO CENTRO DO RIO DE JANEIRO? | RJ ALÉM DAS PRAIAS

O Centro é definitivamente a região que mais gosto no Rio. Parte da região foi revitalizada na época da Copa do Mundo e Olimpíadas e ganhou mais algumas atrações e um pouco mais de segurança através do programa Centro Presente, projeto entre a prefeitura e os comerciantes da região, que ainda resiste mesmo com a crise.

Roteiro de graça ou quase de graça pelo Centro do Rio

Pra começa você pode pegar o metro e descer na estação Carioca, saindo pelo acesso A, desse ponto consegue fazer toda a região andando. Agora é só seguir as dicas abaixo:

  • Feirinha de Antiguidades da Praça XV

Essa feira é ótima, via de regra são antiguidades com precinhos bacanas, pra quem coleciona itens vale muito a pena passar por lá. Acontece todos os sábados de manhã na Praça XV.

  • Centro Cultura Banco do Brasil – CCBB RJ

Saindo da Feira da Praça XV basta andar uns 500 metros e já encontra o CCBB RJ que fica situado em uma construção linda do início do século XX, super bem conservado e sempre conta um exposições incríveis de graça.

CCBBRJ

  • Centro Cultural dos Correios

Logo na rua de trás do CCBB RJ você já da de cara com esse outro centro cultural, também situado em prédio histórico, fica alindo tirar umas fotos por lá, e assim como o anterior a entrada também é grátis.

CENTRO CULTURA DOS CORREIOS

  • Orla Prefeito Luiz Paulo Conde

A Orla fica bem pertinho do Centro Cultural dos Correios e através dela dá pra seguir pra região da Praça Mauá caminhando. Pela Orla rola uma galera correndo, de bike e etc. Além disso fica na região da Marinha do Brasil, então a gente se sente um pouco mais seguro por lá.

ORLA

  • Praça Mauá

Acho que a Praça é o local mais conhecido do centro do Rio, depois da sua revitalização. Lá você vai encontrar o Museu do Amanhã, o Museu de Arte do Rio e famosos murais, pintados pelo Kobra e outros artistas, do Boulevard Olímpico além de contar com diversas barraquinhas e food trucks.

 

Sites:

Metro Rio

Museu do Amanhã

Museu de Arte do Rio – MAR

Centro Cultural dos Correios

CCBB

Cicaplast Baume 5 e Cicaplast Lábios | Resenha

Quem me conhece sabe que ando numa fase mais intensa de cuidar da pele e procurando por novos produtos que me ajudem.

Apesar de ter tido a pele oleosa boa parte da minha vida, acho que nos últimos anos deu uma maneirada, justamente por eu ter começado a cuidar melhor dela.

Há alguns anos quando minha pele começou a mudar eu comecei a sentir a necessidade de uma hidratação mais potente, por diversas vezes passava uma base ela ficava horrível só por que minha pele tava ressecada. Foi então que fui influenciada digitalmente pela Joyce Kitamura, que usava a Cicaplast Baume 5 pra passar em todo o rosto antes de dormir. Como ela tem uma pele belíssima, pensei: por que não tentar? Foi aí que comecei meu vício quase que diário.

IMG_8765

Antes de dormir aplico uma camada do produto no rosto todo e vou dormir, no dia seguinte a pele acorda super macia.  O produto é de qualidade, vale o custo x benefício e pelo menos para a minha pele faz quase milagre. Super Recomendo!

Como já era conhecedora e fiel a Cicaplast Baume 5, fiquei super empolgada quando fui escolhida pela pela The Insiders pra testar também a Cicaplast Lábios, que até então eu não tinha conhecimento da existência.

Eu tenho um histórico bem ruim com meus lábios, desde que consigo me lembrar uso lip balms, manteiga de cacau e etc. Seja inverno ou seja verão os meus lábios estão sem bem ressecados e muitas vezes até machucados por conta disso. Muito devido a minha alergia, que muitas vezes me faz respirar pela boca ou a exposição aos ar condicionados super potentes o dia inteiro acabo dependente de hidratantes labiais.

IMG_6763

Anteriormente acabava usando o próprio Cicaplast Baume 5 na boca a fim de aliviar as ardências mas como nem tudo é perfeito, quando usado na boca ele deixa um aspecto esbranquiçado então desde que comecei a usar o Cicaplast lábios, posso usar o dia inteiro enquanto trabalho, pois segura bem a hidratação além de parecer uma cerinha, é como se criasse uma camada de filme na sua boca.  Grata supresa!!

 

Valeu The Insiders por ter me dado a oportunidade de conhecer/usar mais ainda essas lindezas! #cicaplasttododia

 

Livro: Um brinde a isso

Comprei esse livro há um tempinho atrás depois de ver um post da Chata de Galocha e depois de passar por um período sem tempo nem pra respirar, voltei a dar atenção aos meus livros.

Um brinde a isso - livro

A principio eu achava que o livro narrava a “glamourosa” dentro da Bergdorf Goodman mas na verdade é como se fosse uma espécie de memória de Betty onde você viaja no tempo com as histórias dos 30, 40 e por aí vai. Te narra situações que você já nem lembrava terem existido como as roupas formais da época. o livro também mostra muitas etapas e altos e baixos na vida de Betty e como se reinventar é necessário em as vezes em muitas fases da nossa vida e que nem sempre aquela figura que achamos ter a vida perfeita e o emprego perfeito tem de fato a vida incrível que imaginamos. Todo mundo tem seus fardos.

Se você tá buscando um livro leve pra matar o tempo, é esse.

O livro tá com um super desconto no site da Amazon, apenas R$ 12,00. Aproveita e compra aqui!

Meu Kindle e o Kindle Unlimited – Vale a Pena?

Confesso que tive uma fase da vida que era a louca das promoções de livros, só que em algum momento percebi que não tinha mais onde guardá-los. Foi bem no momento que adquiri meu primeiro e único Kindle, que nada mais é que o leitor de livros digital da Amazon.  Como todo leitor tradicional eu tinha um certo preconceito sobre ler livros em um leitor mas logo de cara mudei esse pensamento, o Kindle torna tudo muito prático. Hoje em dia só compro livros físicos em alguma situação especial.

IMG_4047

O modelo do meu é esse aqui, o mais básico de todos, e confesso que atende muito bem. A principal diferença entre ele e o Paperwhite (que é a versão mais tecnológica) é o fato dele não ter iluminação ao contrário dos outros modelos, mas como não costumo ler a noite ou em locais escuros, pra mim esse não é um ponto importante.

As características que mais gosto do Kindle

Peso: O Kindle é um dispositivo muito leve, cerca de 160g. O que faz com que possa ser levado facilmente pra qualquer lugar.

Espaço: Ele é capaz de armazenar milhares de e-books, então se quiser alterar na leitura, basta ir no menu principal e trocar de livro.

Fonte: Há quem ache a tela dele um pouco pequena mas caso necessário é só alterar o tamanho da fonte que sua leitura fica mais fácil.

Notas: É possível “grifar” as partes que você achar importante e ele já salva automaticamente nos seus documentos.

Antirreflexo: Caso você  esteja lendo em um ambiente com muita luz, o Kindle possui  tecnologia antirreflexo pra não atrapalhar a leitura.

Compra de livros: Depois que você tiver seu cadastro no site da Amazon é só selecionar o livro e literalmente fazer um click e o livro estará disponível assim que você conectar o dispositivo a uma rede wi-fi.

Kindle Unlimited – O clube do livro da Amazon

Falando em compra de livros, a Amazon conta com um serviço que se chama Kindle Unlimited que nada mais é do que uma espécie de clube do livro onde você paga uma mensalidade de de R$ 19,90 e tem acesso a de um milhão de livros. Pra ter acesso ao clube não necessariamente é preciso ter um Kindle, é possível acessar o serviço através dos aplicativos do Kindle disponíveis para IOS e Androide.

kindle_unlimited

Se você não tem certeza se vale a pena, a Amazon disponibiliza um mês grátis para teste do programa no site da nesse link e se não gostar é só cancelar.

E pra quem pensa em adquirir o Kindle, a Amazon está com um super desconto até o dia 13 de maio o Kindle básico está por R$ 219,00 e ainda é possível parcelar em 10 vezes sem juros.

Link para o Kindle

Link para o Kindle Unlimited

Visita ao Instituto Moreira Salles no Rio de Janeiro

Talvez por não ficar em uma área mais central até um dia desses eu nunca tinha ido ao Instituto Moreira Salles no Rio. E é bem assim mesmo, qual coisa que foge um pouco da área central acabamos deixando pra depois, já que a questão de deslocamento no Rio costuma ser pouco complicada. Mas agora temos uma estação de metro no Leblon, o que facilita as coisas.

Pois então, o instituto é um lugar de paz e calmaria no Rio, ele fica localizado em um trecho mais afastado na Rua Marquês de São Vicente, na Gávea. O lugar, no passado, costumava ser uma casa e tem uma arquitetura e jardins incríveis.

Por lá sempre rolam algumas exposições e o acesso é gratuito. Pelo menos pra mim, a arquitetura do lugar, que conta com a mão de Burle Marx, acaba chamando mais atenção do que as próprias exposição.

Lá também funciona um café, a beira da piscina, que aos finais de semana costuma ficar bem cheio.

  • IMS – Como chegar

No meu caso eu optei por pegar o metro, linha 1, até a estação Antero de Quental no Leblon e de lá um uber até o IMS (Cerca de R$ 7,50). Então se você está em duas pessoas, sai mais barato que pegar um ônibus.

Ou tem também a opção de pegar o Troncal 5 – Alto Gávea Central (fica ligado pois os ônibus tem alterado o nome por aqui).

  • IMS – Quanto Custa

A acesso aos IMS e suas exposições é gratuito.